Dia Internacional da Síndrome de Down: Qual o papel da escola na construção de uma sociedade mais inclusiva?

Publicado em 21/03/2021 | Atualizado em 10/03/2021 | Por:

No Brasil, segundo o último Censo do IBGE, existem cerca de 300 mil pessoas com Síndrome de Down. No entanto, a condição ainda enfrenta um árduo caminho contra o preconceito e em busca de maior aceitação e inclusão.

Neste dia 21 de março, celebramos o Dia Internacional da Síndrome de Down, uma campanha realizada anualmente para levar conhecimento e conscientização para a sociedade e chamar a atenção de todo o mundo para a necessidade de mais respeito, apoio e oportunidades.

O que é a Síndrome de Down

Primeiramente, é preciso ressaltar: a Síndrome de Down não é uma doença, mas sim uma condição genética inerente à pessoa – ou seja, ela não demanda tratamento ou cura.

Também conhecida como trissomia do cromossomo 21, ela ocorre quando há a presença de um cromossomo a mais ligado ao par 21 (dos 23 que estão presentes nas células do corpo humano).

Entre as características associadas a essa alteração, estão os olhos amendoados, a maior propensão ao desenvolvimento de algumas doenças e desenvolvimento físico e mental mais lentos do que outras pessoas da mesma idade.

Como foi dito, a síndrome não necessita de cura e tratamento, mas é fundamental que a criança tenha suporte multidisciplinar e apoio médico, psicopedagógico, fonoaudiológico e psicológico desde cedo. Afinal, os estímulos e incentivos precoces à prática de habilidades, motricidade, linguagem e aprendizagem são fundamentais para o desenvolvimento social, intelectual, independente e autônomo dessas crianças.

A escola como local de educação e inclusão

A escola, sendo um dos primeiros espaços de socialização e aprendizagem do ser humano,  tem um papel fundamental não somente na educação, como também no acolhimento e na promoção da inclusão social das crianças com Síndrome de Down.

Esse é um direito fundamental assegurado por lei e que, para ser plenamente desenvolvido, necessita de uma equipe de profissionais capacitados, estrutura adequada e valores que estimulem a convivência e o respeito às diferenças.

No IMA, a empatia e a solidariedade são valores praticados cotidianamente em nossa escola e com os quais trabalhamos dia após dia para proporcionar um ambiente cada vez mais inclusivo e que atenda todas as potencialidades, habilidades e capacidades de nossos alunos.

Acreditamos que a colaboração e o diálogo entre escola e família são fundamentais para construir uma rede de apoio eficaz para a melhor formação integral de todos os estudantes.

Por isso, nesta data tão importante, queremos reforçar a importância da educação como caminho para uma sociedade com mais inclusão e respeito às diferenças. Afinal, são as nossas diferenças que nos tornam únicos, e todos merecem e devem ser amados e respeitados de forma igual.

Quer conhecer mais sobre a nossa escola? Siga-nos também nas redes sociais: @auxiliadoradenatal 


Veja Também

#PRÉ2020: Tudo que você precisa saber sobre o Sisu 2021

Chegou o momento mais aguardado pelos alunos do #PRÉ2020: as inscrições no Sisu! Após...

Hoje é Domingo de Ramos! Você sabe o significado desta data?

O Domingo de Ramos marca o início da Semana Santa no cristianismo, e celebra...

Dia Internacional da Síndrome de Down: Qual o papel da escola na construção de uma sociedade mais inclusiva?

No Brasil, segundo o último Censo do IBGE, existem cerca de 300 mil pessoas...

8 de março: Às mulheres, nossa homenagem, gratidão e infinita admiração

Neste Dia Internacional da Mulher, mais do que comemorar com flores e corações, nós...

Nos acompanhe nas Redes Sociais