Santo Antônio, São João e São Pedro: Conheça a história das festas e santos juninos

Publicado em 24/06/2020 | Atualizado em 24/06/2020 | Por:

Junho chegou e com ele algumas comemorações mais animadas e tradicionais do ano, as festas juninas. Neste mês, a Igreja Católica celebra 3 importantes santos: Santo Antônio (13), São João (24) e São Pedro (29), os quais se popularizaram para além dos festejos religiosos e marcam um período de muita festa em todo o Brasil.

Qual a origem das festas juninas?

Apesar de hoje seguirem uma forte tradição religiosa, as festas juninas tem origem pagã. Elas surgiram como uma forma de celebrar o início do verão e das colheitas no hemisfério norte. Porém, com o crescimento do Cristianismo, elas ganharam um novo significado pela Igreja Católica, que passou a celebrar três grandes santos do mês de junho:

Santo Antônio – 13 de junho 

Santo Antônio é natural de Lisboa e sua devoção foi trazida ao Brasil pelos portugueses. Ele conviveu bastante tempo com São Francisco de Assis, que o tornou responsável pela formação dos frades, por causa do seu vasto conhecimento teológico.

Também conhecido como o “santo casamenteiro” ou “santo dos pobres”, os apelidos populares surgiram após ter ajudado moças pobres a conseguirem dotes de casamento. Por esse mesmo motivo, no dia 12 de junho, véspera do seu dia e também dia dos namorados, há a tradição de as moças fazerem simpatias e orações para casar.

São João – 24 de junho 

Além de ter batizado Jesus no Rio Jordão, São João Batista também era primo e foi o primeiro a reconhecer Jesus como Messias, sendo o único profeta a anunciar a Sua chegada e mostrá-lo ao povo. Seu dia é comemorado em 24 de junho, no mesmo dia do nascimento.

Por também ser conhecido como “santo festeiro”, é por causa dele que as festas juninas também são chamadas de festas de São João.

São Pedro – 29 de junho 

Pescador, São Pedro foi o primeiro a ser chamado para ser discípulo de Jesus, quando foi chamado por Ele para caminhar ao seu lado e se tornar um pescador de homens. Ele é tido como o fundador da Igreja Cristã em Roma e também considerado o primeiro Papa da história, além padroeiro dos pescadores – razão pela qual diversas cidades do litoral do Brasil possuem uma capela em sua homenagem.

São Pedro também é popularmente conhecido como o “porteiro” do céu, título que ganhou após Jesus declarar que dele seriam as chaves do reino dos céus. Por essa razão, ele se tornou muito querido e considerado o santo que controla o tempo.

As festas juninas no Brasil 

No nosso país, as festas juninas são uma tradição bem forte, especialmente na região Nordeste. Elas marcam a cultura brasileira e reúnem diversos aspectos característicos como as comidas típicas deliciosas, o forró animado, danças coloridas, brincadeiras e alegria pra dar e vender. Com a pandemia, esse ano não poderemos ter festa, mas para não deixar passar a data em branco, fica a ótima lembrança do nosso São João Auxiliadora de 2019:

São João é sempre incrível, não é? Então comenta para a gente: O que você mais gosta nas festas juninas?


Veja Também

Como manter o foco nos estudos online sem ceder às distrações?

Criar uma rotina de estudos em casa pode ser um verdadeiro desafio para muitas...

5 atividades criativas para fazer em família durante a quarentena

Com o distanciamento social e a suspensão das aulas presenciais devido à pandemia do...

Santo Antônio, São João e São Pedro: Conheça a história das festas e santos juninos

Junho chegou e com ele algumas comemorações mais animadas e tradicionais do ano, as...

5 dicas de como praticar a solidariedade durante a quarentena

Pode acreditar: nenhum de nós passou por algo parecido na vida. Está sendo um...